Marketing de Afiliados

Google Analytics: 11 formas práticas de melhorar o seu blogue

Martin Trauzold
Martin Trauzold
Última atualização Fevereiro 25, 202115 Minutos de leitura
Google Analytics: 11 formas práticas de melhorar o seu blogue

O Google Analytics é uma das ferramentas mais úteis (e grátis!) do mercado quando se trata de aumentar o público do seu blogue. Pode ser tentador aumentar o público do seu site através de publicidade paga, como o Google Ads.

Por essa razão, antes de gastar dinheiro, associe o seu site ao painel de controlo do Analytics e tire partido de um novo nível de conhecimento.

Através da análise de diferentes elementos do seu blogue, o Google Analytics poderá apresentar uma visão global da saúde do seu site e onde poderá fazer melhorias.

O Google Analytics não só oferece aconselhamento sobre os dados demográficos dos visitantes como também a intenção do utilizador, para o informar se deve focar-se mais em conteúdos compatíveis com dispositivos móveis. Tornando-se rapidamente numa ferramenta indispensável.

Neste guia mostramos-lhe as 11 formas em que a informação do Google Analytics o poderá ajudar a aumentar o seu público:

Otimizar o seu conteúdo

Em termos práticos, o seu conteúdo é o que deverá atrair o seu público. Por muito que o tema e o design do seu site sejam sofisticados, serão inúteis sem um conteúdo interessante. Então, como saber se o seu conteúdo é interessante? O Google Analytics pode ajudar.

Uma das métricas mais básicas são as visualizações de página.

Gráfico geral do Google Analytics relativo às visualizações de página. Esta captura de ecrã demonstra como é que as visualizações de página são analisadas no Google Analytics

Quanto mais visualizações uma página tem, mais cativante é o seu conteúdo. No entanto, é também importante que tenha outros pontos em consideração.

Se tiver uma página com uma taxa de rejeição baixa, poderá ser um forte indicador de que o seu conteúdo atrai o público e o incentiva a ler as suas publicações e outros conteúdos.

No entanto, uma alta taxa de rejeição geralmente significa que os visitantes não tiveram uma boa primeira impressão da página ou que o conteúdo não lhes interessou de imediato.

A boa notícia é que ambos podem ser facilmente resolvidos.

Ao focar-se nas páginas que apresentam conteúdos interessantes de forma consistente, poderá recorrer ao Google Analytics para o ajudar a compreender o que funciona e o que precisa de ser melhorado.

Analisar e melhorar o comportamento dos visitantes

Ao combinar algumas das principais métricas disponíveis no seu painel de controlo do Google Analytics, obterá uma visão geral de como os seus visitantes interagem com o seu blogue. Consequentemente, ao compreender os pontos fortes e os pontos fracos, poderá moldar o seu conteúdo aos interesses do seu público.

Gráfico do Google Analytics com uma vista geral do público. Esta captura de ecrã demonstra o número de visitantes novos e de retorno.

Outo elemento útil é a segmentação do seu público por dados demográficos. Se a sua intenção é tornar-se um Afiliado, será útil compreender os dados demográficos do seu público e se as suas possíveis recomendações enquanto Afiliado seriam relevantes para o mesmo.

Gráfico do Google Analytics com os dados demográficos do público. Esta captura de ecrã mostra um gráfico de barras e um gráfico circular para compreender quais são os dados demográficos do seu público.

Estar atento a pesquisas internas do site

Se precisar de mais informações sobre o que o seu público quer ver no seu blogue, consulte a vista geral das pesquisas no site no separador Comportamento (Behaviour). Esta secção regista todas as pesquisas feitas pelos visitantes no seu site, dando-lhe uma noção estruturada do que eles procuram quando entram na sua página.

Gráfico geral do Google Analytics com as visualizações por URL. Esta captura de ecrã mostra o número de pesquisas no site, ordenadas por URL.

Números mais elevados de pesquisas no site é algo positivo, já que os visitantes comprometem-se a encontrar no seu site o conteúdo que originalmente procuravam em vez de saírem da página.

Reconhecer oportunidades de conquistar novos públicos

O Google Analytics não só lhe fornecerá mais informações sobre o seu público, como também lhe dará informações sobre outros possíveis públicos e onde os poderá encontrar. Ao analisar mais detalhadamente a Aquisição de público (Audience Acquisition), pode confirmar de onde vem a maioria dos seus visitantes orgânicos.

Gráfico geral do Google Analytics relativo à origem do tráfego. Esta captura de ecrã mostra de onde vem o seu tráfego.

Por exemplo, se tiver uma página no Instagram com bons resultados em redirecionar este público para os seus blogues, invista ainda mais neste canal.

Se grande parte do seu público já veio destas plataformas, faz sentido que possa cativar ainda mais pessoas.

Utilizar o Analytics para melhorar a sua taxa de conversão

taxa de rejeição, mesmo sendo umas das métricas mais importantes, é muitas vezes mal interpretada. Em vez de indicar o tempo passado numa página, a taxa de rejeição representa o número de visitantes que sairão do seu blogue após a leitura de uma só página.

Gráfico do Google Analytics com uma visão geral da taxa de rejeição em todos os canais de tráfego. Esta captura de ecrã mostra a percentagem de sessões de uma só página onde não ocorreram interações.

Embora o seu público possa “rejeitar” por uma série de razões, uma taxa de rejeição elevada não é um cenário ideal, especialmente para os bloggers. O objetivo é que o seu público clique nos links e interaja com o seu site, em vez de entrar na sua página para ler apenas uma publicação.

Isto é especialmente importante para bloggers afiliados. Converter os seus leitores em possíveis clientes para os seus parceiros afiliados é um passo crucial para aumentar o seu rendimento passivo.

Caso tenha uma taxa de rejeição elevada e o conteúdo não seja cativante nem se converta em links clicados, analise o layout do seu site. Os tópicos relacionados são facilmente acessíveis através da barra lateral ou links de texto?

Em alternativa, uma taxa de rejeição elevada poderá apenas indicar que deve criar mais ligação ou fluxo entre publicações. Poderá, por exemplo, fazer menção a uma publicação anterior e ter um botão CTA (Call to Action, ou Saiba mais) no final do seu texto. Todas estas correções podem ser facilmente integradas e farão com que o seu público permaneça no seu site por mais tempo.

Identificar as suas melhores publicações e replicar o seu sucesso

Um dos melhores recursos disponíveis no Google Analytics é a oportunidade de analisar o seu site página a página. Se tiver páginas ou publicações com um desempenho extremamente elevado, pode comparar o conteúdo e entender o porquê.

Gráfico do Google Analytics sobre o comportamento do conteúdo de todas as páginas do site. Esta captura de ecrã mostra as páginas visitadas, listadas por URL.

Para além da escolha de uma palavra-chave moderna, há muitos outros fatores que podem dar visibilidade a uma publicação e aumentar o seu tráfego. Após identificar a razão pela qual pensa que uma página funciona tão bem em comparação com outras, utilize-a como modelo para outras publicações.

Gráfico geral do Google Analytics sobre o fluxo de comportamento. Esta captura de ecrã mostra a página inicial dos utilizadores, a primeira e segunda interações.

Poderá até ir mais além e criar alguns estilos de publicações diferentes mas com conteúdo semelhante. Ao observar qual tem um melhor desempenho contínuo, terá uma ideia mais clara do que o seu público procura no seu conteúdo.

Melhorar a experiência do utilizador

Outrora, o comportamento do utilizador não era uma parte tão relevante no desempenho de um blogue. No entanto, nos últimos anos, tornou-se um fator importantena forma como o Google classifica um site. Esta mudança faz sentido se a considerarmos do ponto de vista do Google.

Ao classificar os sites como resultados de pesquisa, o Google quer garantir que o visualizador visita os sites mais apropriados. Embora nos seus metadados um site possa ter os termos de pesquisa exatos, provas de um comportamento fraco por parte do utilizador podem retirá-lo do topo.

Se o seu site não conseguir demonstrar que as pessoas se interessam e passam tempo nele, o Google verá isto como um indicador de que não vale a pena classificar o seu conteúdo.

Podem parecer apenas leves alterações, mas pequenos ajustes no seu blogue são fundamentais para melhorar a experiência do utilizador. A linguagem é um bom exemplo. Poderá observar que os dados demográficos do seu público estão divididos por vários países e grupos linguísticos.

Esta seria uma boa oportunidade para garantir que simplifica a sua linguagem e integra mais conteúdo de vídeo e visual. Pode parecer simples, mas pequenos passos como tornar o seu conteúdo mais acessível têm um impacto muito maior na sua classificação e, por sua vez, no seu tráfego potencial.

Identificar e remover páginas lentas

Embora a paciência seja normalmente uma virtude, é algo raro entre os utilizadores da Internet de hoje em dia. Pense na última vez que visitou uma página e as imagens ou vídeos foram lentos a carregar. É bastante provável que tenha desistido e saído para procurar uma opção alternativa.

A velocidade é o mais importante em lojas online, e o mesmo também se aplica aos bloggers. Pode ser tentador preencher a sua página com vídeos muito interessantes e conteúdo de reprodução automática, mas isso pode tornar a sua página mais lenta de uma forma drástica.

O Google Analytics pode dar-lhe uma ideia sobre quais são as páginas lentas a carregar. Posteriormente, poderá começar a melhorá-las ou removê-las. Antes de se entusiasmar com a abordagem minimalista, deverá ter em consideração alguns plug-ins de compressão de conteúdo.

Em última análise, deve reduzir o tamanho da sua página para facilitar a navegação.

Gráfico do Google Analytics sobre a velocidade geral do site. Esta captura de ecrã mostra a velocidade de carregamento das páginas do site.

Ao melhorar a velocidade da página, obterá melhores resultados nas taxas de conversão e até mesmo nas classificações de pesquisa. As recompensas são muitas para uma solução tão simples e rápida. Por isso, certifique-se de que a melhoria da velocidade da página é um dos seus objetivos.

Utilizar relatórios para orientar os seus próprios KPIs

Embora possa parecer estranho ter KPIs (Key Performance Indicators, indicadores chave de desempenho) fora do seu ambiente de trabalho, é importante estabelecer objetivos de desempenho para o sucesso do seu blogue. Pode definir objetivos diretamente no seu painel de controlo do Analytics. 

Gráfico do Google Analytics sobre os objetivos de conversão. Esta captura de ecrã mostra como pode criar objetivos de conversão no Google Analytics.

Ao ter objetivos, pode garantir que o seu blogue continuará a crescer a um ritmo sustentável.

Gráfico do Google Analytics sobre a criação de objetivos de conversão. Esta captura de ecrã mostra como pode criar objetivos de conversão no Google Analytics.

Se precisar de ajuda para determinar quais as áreas a considerar aquando da definição dos seus objetivos de KPI, inspire-se nas principais métricas do Google Analytics:

  • Aumento do público: acompanhar o crescimento do seu público orgânico durante períodos específicos é uma métrica-chave (por exemplo: semanal, mensal e trimestralmente).
  • Visualizações de página: Ao comparar visualizações de páginas com visualizações de páginas únicas, poderá entender se o seu público regressa regularmente a determinados conteúdos. Se tiver uma publicação que gera várias visualizações, analise-a de forma aprofundada e identifique o que a distingue das restantes.
  • Segmentação do público: Ao identificar o público novo e os visitantes repetidos, conseguirá dados sólidos sobre o crescimento da sua página e o quão apelativa é na página de resultados de pesquisa.

Obter dicas do seu relatório mensal

Para além de o ajudar a estabelecer objetivos, os relatórios analíticos mensais são essenciais para destacar potenciais áreas problemáticas. Quer se trate de um redirecionamento incorreto ou páginas em falta no índice do site, as estatísticas podem mostrar-lhe os potenciais obstáculos ao crescimento.

Gráfico do painel de controlo de personalização do Google Analytics. Esta captura de ecrã mostra como pode facilmente personalizar o seu painel de controlo do Google Analytics.

Crie uma lista de tarefas a partir do relatório e certifique-se de que aborda cada uma das questões prontamente. Ao tornar isto num hábito, começará a encontrar os problemas antes de eles surgirem.

Posteriormente, produzirá conteúdos mais consistentes e mais fáceis de pesquisar para o seu público.

Monitorizar o crescimento e manter tudo em perspetiva

Roma não foi construída num dia. Tenha isto em mente ao estabelecer objetivos e monitorizar o progresso do seu blogue. Ao inscrever-se pela primeira vez o Google Analytics dá-lhe feedback imediato sobre as áreas problemáticas, mas trabalhar na visibilidade através da pesquisa orgânica é um processo mais lento. 

Mesmo que consiga manter-se a par das métricas e recompensar-se pelo seu sucesso, não se martirize se o crescimento do seu blogue não estiver a crescer como esperado durante os primeiros meses.

Se comparar o tráfego durante certos períodos (anual ou mesmo mensalmente) poderá ter uma ideia geral sobre o crescimento do seu público em números e consistência. 

Lembre-se: manter um desenvolvimento sustentável poderá significar um caminho mais lento para o sucesso, mas é quase sempre uma base muito mais estável quando se chega ao topo.

Quer pôr o seu blogue a trabalhar com oGoogle Analyticsainda hoje?

Precisa de mais conselhos sobre como o Google Analytics pode ajudar a aumentar o público do seu blogue? Consulte o nosso guia sobre a Google Search Console e como poderá ajudar o seu blogue com estas ferramentas aqui.CONTEÚDOS

Conteúdo